Categorias

PagSeguro

Newsletter

Em 1989 nascia a IR Racing.
Com garra e determinação, nossos carros participam das principais categorias e provas do país. Confira aqui um pouco de toda nossa trajetória, fotos dos carros e nosso histórico. 


Ao final da década de 80, o nosso fundador Robinson Valter dava os primeiros passos para a construção de uma equipe de carros de corridas que após alguns anos seria batizado como IR Racing, uma homenagem ao seu filho Igor Robinson. Em 1989 RV juntamente com um amigo e companheiro de faculdade Marco Ortiz transformaram um Voyage de rua, carro que era usado pela dupla no dia a dia, num carro de rallye totalmente equipado e preparado para as provas de terra.
Após uma primeira experiência em dezembro de 1989, participando da ultima etapa do Rallye universitário daquele ano, a dupla (piloto Robinson Valter e navegador Marco Ortiz) decidiu investidor no carro e participar do campeonato de 1990. 
Aperfeiçoando o carro e seus equipamentos, a equipe ganhou algumas das provas daquela temporada. Empolgados com os resultados alcançados, foram buscar um parceiro para poder patrocinar aquela dupla, pois o orçamento era curto e os dois eram apenas universitários em época de estagio. Surge o primeiro patrocinador da equipe, nada mais nem menos que o Unibanco, que tinha alem da dupla no rallye, o piloto de F1 Pedro Paulo Diniz no seu quadro de patrocinados.
Foram quatro anos dedicados a essa categoria, nesse período a conquista do campeonato de 1991, na categoria regularidade, e um convite para participar da equipe oficial da Mitsubishi no Rallye dos Sertões foram os grandes troféus adquiridos.
Após a conclusão do curso universitário a dupla seguiu rumos diferentes, Marco ingressou na carreira de analista de sistemas abandonando o automobilismo e Robinson Valter foi para o kartismo.
De 1994 a 1996, o kart foi a categoria que Robinson Valter se dedicou e novamente obteve resultados positivos nos campeonatos Birel de Kart, Paulista da Granja Viana e também no Paulista de Força Livre.
No final do ano de 1996 foi convidado pelo piloto de Stock Car Marcos Medeiros a fazer um teste na pista do autódromo de Interlagos com um de seus carros, um Speed 1600.
Após uma tarde de testes no autódromo, Robinson Valter definiu que iria participar do campeonato paulista de turismo do ano seguinte conhecendo outro grande amigo e companheiro o Sr. Iost Riedel, que foi nos anos seguintes o preparador de todos os carros que o piloto guiou. 
Em meio a 35 fusquinhas com motores 1.6 a ar de 110 cv, Robinson Valter se classificou na 5a posição e terminou sua primeira prova em 4o lugar à frente de 31 concorrentes. 
Durante o ano de 1997, aproveitou as etapas que participou e recebeu a licença de piloto graduado que lhe dava o direito de participar da principal categoria do automobilismo nacional a Stock Car.
Em 1998, com um Opala Stock Car RV participou do Campeonato Paulista de Stock Car ganhando algumas provas daquele ano. 
Em dezembro de 1999 após adquirirem um Omega Stock Car do campeonato brasileiro RV estreou no principal campeonato nacional de automobilismo, a Stock Car que nesse ano era dividida em duas categorias a “A” para os pilotos mais experientes como Chico Serra, Ingo Hofmann, Paulo Gomes, Wilson Fittipaldi e a categoria “B” para os pilotos novatos que mais tarde mudou de nome para Stock Car Light.
Nos últimos três anos a equipe participa do Campeonato Paulista de Turismo, do Campeonato Brasileiro de Stock Car e do Campeonato Brasileiro de Endurance, categoria esta das provas de longa duração, como a prova das Mil Milhas, 12 horas de Brasília, ¨6 horas do RJ, 500 Km de Interlagos esta ultima vencida pela equipe na categoria II.
Em 2003 um novo marco para equipe foi a criação de uma área de treinamentos, onde através de cursos ministrados pelos integrantes da equipe podemos repassar toda nossa experiencia a inúmeras pessoas que sempre nos cobravam uma oportunidade de conhecimento.
Até o ano de 2013, já cumulamos mais de 3500 alunos que freqüentaram algum dos nossos cursos que são caracterizados pela grande parte pratica para uma fixação de aprendizado. 
Atualmente a equipe desenvolve um projeto que visa criar uma nova equipe de competição formada pelos alunos de seus cursos, para o desenvolvimento e revelação de novos talentos (Projeto CPAC).